Esse Site Não Gosta Tanto Assim de Você!

Navegando nos sites mais diversos, vemos uma enxurrada de textos que enaltecem e reforçam excessivamente um relacionamento com quem navega, o que a meu ver é desnecessário. E por que isso acontece tanto atualmente?

A sociedade digital sofre uma crise de carência sem precedentes. Estamos vivendo momentos de “Instagram cares for me”. Nos preocupamos em manter lindos e invejáveis nossos perfis nas redes sociais. Acessamos aquelas campanhas que parecem “ir fundo” na nossa necessidade visceral do momento. E as empresas percebem que estamos deixando de ser o que realmente somos, para ostentar uma personalidade virtual, que nem sempre condiz com a realidade, pela simples questão de aceitação massiva. Todos querem atenção.

Quem navega quer sentir que está trocando experiências e sentimentos com os sites que acessa. Então a forma de comunicar se alterou. Se anteriormente víamos frases mais imperativas, hoje vemos um tom mais delicado. Isso é assustador, porque as pessoas acabam se prendendo nesta falsa atenção, e criam hábitos compulsivos com os canais que acessam.

Afinal de contas, não dá pra acreditar que todos os e-commerces estão preocupadíssimos com “O seu aniversário chegando”. Eles querem mais é que você gaste, que você clique, e fique alucinado com o conteúdo, caro leitor! Não se iluda com as palavras fofas do mundo digital. Seja investigativo, pesquise em outras fontes. Leia opiniões diversas, e aí sim forme uma opinião ou tome uma decisão de compra.

Para quem elabora conteúdo digital: avalie e pondere se realmente não está forçando uma barra ao chamar aquele cliente para uma promoção exclusiva. Excesso de adjetivos e superlativos indicam pobreza de conteúdo, inclusive em campanhas de produtos e serviços.

Fica aqui minha reflexão e espero que tenham gostado!

Até a próxima!

*Esse artigo foi publicado em uma participação minha no Digitais do Marketing. Obrigada Digitais! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *